Dificuldades Para Aprender


Jornal Folha de São Paulo - por Roseli Sayão

Neste fim de ano letivo, muitos pais se preocupam com o " rendimento passado do filho. Há os que ficam bravos com baixas notas, recuperação ou mesmo reprovação. Mas há os que ficam apreensivos porrque ouvem dos professores que seu filho apresenta dificuldaades de aprendizagem.

Deveríamos abolir essa expressão quando nos referimos à vida escolar das crianças - e temos motivos para tanto. O principal deles é que, por trás dessa frase, há uma multipliciidade de sentidos sem muita coerência entre si.

Alunos com ritmos de aprendizagem diferentes dos de seus colegas, alunos dispersos, alunos com estilos específicos de aprendizagem, entre outros, costumam receber o diagnóstiico de "dificuldade de aprendizagem" para justificar o baixo rendimento escolar.

Como entender essa expresssão maldita? Vamos nos avennturar na missão possível de dessconstruir essa frase tão usada.

O primeiro passo é aceitar a ideia de que todos temos difiiculdades de aprendizagem. Por quê? Ora: porque aprender é trabalhoso e difícil e exige um reconhecimento fundamental: o de que não se sabe. Só pode começar a aprender quem addmite que não sabe. E talvez um dos grandes problemas que crianças e jovens do mundo atual enfrentam seja esse.

Tem sido cada vez mais difícil para eles admitir que não sabem, que não conhecem, porque isso angustia e incomoda. E, em tempos de aparências, precisamos mostrar que sabemos muito, não é? Os mais novos logo percebem esse clima e o incorporam em suas vidas.

A questão é que lidar com a angústia de não saber não é fácil, então a melhor saída tem sido rejeitar tal estado. E isso gera dificuldade de aprendizagem, jà.que essa angústia é o que dispara o aprendizado.

Quem tem filhos pode constatar esse fenômeno da recusa do desconhecimento ao observar quantas vezes as crianças repetem a frase "Eu sei, mãe" ou "Eu já conheço, pai".

O segundo passo para desconstruir a frase "dificuldades de aprendizagem" é o de reconhecermos também que o mundo nos leva a sermos hiperativos e dispersos. Ora, isso gera dificuldades para aprender, já que esta é uma atividade que exige concentração, esforço e dedicação - mesmo que temporarla - a uma única coisa.

Além disso, os obstáculos que surgem têm sido vistos como impedimentos, e não como desafios por isso preferimos contorná-Ios a enfrentá-Ios.

Isso, sim, é um problema para muitas crianças do mundo atual: parar, aquietar-se, lidar com a angustia de não saber, se concentrar, perseverar para, então, aprender.

Por isso e por muito mais, em vez de pensar nas "dificuldades de aprendizagem", seria mais produtivo lhes oferecer meios para que se desenvolvam e ponham em prática seu potencial.

    Leitura Dinâmica e Memorização

    Preencha aqui seus dados

© Copyright 2020 - Todos os direitos reservados à Methodus