Estresse está Relacionado ao Aumento de Peso, diz Estudo


Preocupação com finanças, familia e trabalho contribui para aumentar o IMC.

Jornal Folha de São Paulo - por Julliane Silveira

Demandas no trabalho, dificuldades para pagar contas, problemas familiares e depresssão favorecem o aumento de peso, mostra um estudo que será publicado na próxima semana no "American Journal of Epidemiology" .

"A economia atual tem estressado a população, e o estresse está relacionado a várias doenças, como as cardiovasculares e o câncer. Esse estudo mostra que ele também contribui para ganho de peso", disse Jason Block, pesquisador da Universidade Harvard.

Foi acompanhada por nove anos uma amostra de 1.355 pesssoas, e constatou-se que o efeito do estresse no aumento de peso foi significativo nas pessoas que já tinham IMC (índice de massa corporal) elevado (a partir de 27 kg/m), indicador de sobrepeso.

• Diferença entre sexos

As mulheres são afetadas por mais estressores do que os homens. Elas sentem mais quando se deparam com questões relacionadas ao trabalho e dificuldades financeiras e também com problemas familiares e limitações do dia-a-dia.

Já os homens não engordaram diante de problemas familiares. Para eles, problemas relacionados ao trabalho, como realizar tarefas desinteressantes e ter pouca habilidade para aprender novas funções, foram mais relevantes.

Para Block, pessoas estressadas podem mudar seu comportamento alimentar - o que contribui para aumentar o peso. Mas isso pode variar de acordo com o sexo, tipos de alimento ingeridos e já ter sobrepeso ou ser obeso. Por esse motivo, ele acredita que a redução dos desencadeantes do estresse deve fazer parte dos programas de redução de peso.

"O estresse é um dos grandes fatores da epidemia da obesidade, pois engorda mesmo que a pessoa não coma muito. Há aumento na produção de cortisol, o que estimula a vontade de comer e a proliferação de células de gordura", afirma Alfredo Halpern, chefe do Grupo de Obesidade e Síndrome Metabólica do Serviço de Endocrinologia do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Para Halpern é "impossível" tentar não ficar estressado. No entanto, a prática de atividade física atua como antagonista do estresse e pode ajudar a contra-balançar o problema.

    Administração do Tempo

    Preencha aqui seus dados

© Copyright 2020 - Todos os direitos reservados à Methodus