Alho é benéfico para saúde


Alho não é remédio, mas pode ajudar.

Folha de São Paulo - por Julio Abramczyk

Alho não é remédio, mas é benéfico para a saúde. Sua in­gestão diária pode atuar co­mo coadjuvante na vasodi­latação, na hipertensão, no controle do colesterol e como preventivo do câncer do apa­relho digestivo. É o que asseguram os mé­dicos Hemani Pinto de Lemos Júnior e André Luis Alves de Lemos, da Unifesp, em análi­se na revista "Diagnóstico & Tratamento", da Associação Paulista de Medicina.

Os autores citam vários es­tudos. Entre eles, o da revis­ta da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos, em que G. A. Benavides comprova a ação vasodilatadora de componentes presentes no alho. Igualmente relatam pes­quisa realizada por Yara Se­verino de Queiroz na discipli­na de nutrição da FSP (Facul­dade de Saúde Pública da USP) sobre a ação anitioxi­dante do alho quando consu­mido cru, cozido ou frito.

Neste ano, Queiroz defen­deu tese de doutorado na FSP/USP no qual analisa o efeito do processamento do alho sobre os seus compostos bioativos e se na cocção ou na fritura ocorre redução des­ses compostos. Para as donas de casa, o alho vendido triturado e pronto para o consumo é prático, sugere render mais do que o picado manualmente e evita o desconfortável odor que permanece nas mãos.

Em seu recente trabalho, Queiroz refere que o potencial antioxidante do alho é redu­zido com seu processamento, porem é maior quando ele é submetido à fritura. Conclui que o alho cru e o cozido oferecem beneficios à saúde diminuindo a presen­ça de gorduras no sangue e têm alto potencial antioxi­dante no plasma e no tecido hepático, como foi observado em hamsters com excesso de colesterol no sangue.

© Copyright 2020 - Todos os direitos reservados à Methodus