Dieta rica em gordura trans pode estimular agressividade


Revista Scientific American

O consumo excessivo de fastfood e de alimentos industrializados, como biscoi­tos e comida congelada, pode, além de aumentar o risco de doenças cardiovasculares, nos deixar mais ansiosos e agressivos. Um estudo com 1.018 homens e mulheres jo­vens publicado na PLoS ONE mostra que a gordura trans, ou gordura hidrogenada, afeta o comportamento, pois preju­dica a metabolização do ácido docosa-hexaenoico - ou DHA, ácido graxo do tipo ômega 3 -, que tem, segundo estudos anteriores, efeito calmante e antidepressivo.

Os voluntários do estudo preencheram questionários sobre seus hábitos alimentares e participaram de avaliações psicológicas que mediram seus níveis de impaciência, irritabilidade e agressividade. "Ácidos graxos trans foram mais indica­tivos de comportamento violen­to que alguns fatores de risco tradicionais, como baixo nível educacional ou uso de drogas", diz a professora de medicina Beatrice Golomb, da Universi­dade da Califórnia em San Die­go, autora do estudo. A relação entre agressividade e dieta rica em gordura trans se aplica a ambos os sexos e a diferentes etnias e classes sociais.

Embora a correlação exista, não há prova de que a gordura trans seja causa de compor­tamento violento. "É possível que pessoas naturalmente agressivas tendam a comer menos alimentos saudáveis", cogita Beatrice. E, ainda, que outros ingredientes encontra­dos em comida processada, como o açúcar, possam estar envolvidos na tendência à irritação e à impaciência.

© Copyright 2020 - Todos os direitos reservados à Methodus