Exame prevê morte por Câncer com 25 anos de antecedência


Jornal Folha de São Paulo

Um simples exame de sangue pode determinar os riscos de que homens acima dos 60 anos morram de câncer de próstata- segundo os pesquisadores do Memorial Sloan-Kettering Cancer Center, de Nova York, e da Universidade Lund, Suécia, o teste PSA (antígeno prostático específico), que já era usado por médicos, pode detectar os riscos de desenvolvimento da doença num período de até 25 anos a partir de sua coleta.

O estudo analisou o sangue de 1.167 homens sexagenários e os acompanhou até que completassem 85 anos. A conclusão foi que os pacientes com níveis maiores do que 2 ng/ml do antígeno no exame tinham grandes riscos e deveriam ser acompanhados periodicamente. Já aqueles cujas amostras eram inferiores a 1 ng/ml apresentavam apenas 0,2% de chances de morrer da doença.

© Copyright 2020 - Todos os direitos reservados à Methodus