Exercício Beneficia Homem que Tem Tumor de Próstata


Estudo sugere que atividades vigorosas reduzem mortalidade por esse câncer. Atividades físicas melhoram sistema imune e reduzem fadiga e perda de massas muscular e óssea geradas por trata mentes de tumor.

Jornal Folha de São Paulo - por Flávia Mantovani

Homens com câncer de prós­tata devem praticar exercícios, sugere um estudo feito com 2.686 pacientes e apresentado no encontro da Frontiers in Cancer Prevention Research, que termina amanhã, nos EUA.

Feita pela Universidade Har­vard, a pesquisa mostra que tanto exercícios vigorosos (co­rno natação, corrida e ciclismo) os não vigorosos (como caminhada) diminuem os índi­ces de mortalidade geral-não necessariamente pelo câncer de próstata - nesses pacientes.

Aqueles que caminhavam quatro ou mais horas semanais, por exemplo, tinham um índice 23% menor mortalidade geral. No caso das atividades vigo­rosas, houve diminuicão inclu­sive da mortalidade por câncer de próstata: foi de 56% naque­les que praticavam cinco ou mais horas semanais.

Segundo a autora, Stacey Kenfield, trata-se do primeiro estudo populacional amplo a avaliar o impacto da atividade física na mortalidade de pa­cientes com câncer de próstata. Ela diz que ainda não estão cla­ros quais mecanismos molecu­lares estão envolvidos nessa as­sociação. "O exercício influen­cia uma série de hormônios que podem estimular o câncer de próstata, melhora as funções imunes e pode reduzir inflama­ções. Mas como essas ações moleculares afetam a biologia do câncer é algo que está em es­tudo", disse à Folha.

Segundo Alexandre Crippa, urologista do Instituto do Cân­cer do Estado de São Paulo Oc­tavio Frias de Oliveira, diversos estudos vêm mostrando os be­nefícíos do exercício físico para vários tipos de câncer. 

Há pesquisas que apontam, inclusive, um efeito preventi­vo, como uma que foi feita com mais de 45 mil homens e publi­cada em outubro no "British Journal of Cancer". Os resulta­dos mostraram que apenas 30 minutos diários de caminhada ou ciclismo já previnem a inci­dência de câncer de próstata. Outro trabalho deste ano, feito com camundongos, mostrou que a prática de exercícios re­duz a progressão do câncer na­queles que já tinham a doença.

Para ele, pacientes com cân­cer devem ser encorajados a praticar exercícios. "Atividades como a musculação podem aju­dar a repor a massa muscular perdida com o tratamento hor­monal", exemplifica.

O ganho de massa muscular é apenas um dos benefícios ci­tados pelo educador físico Ro­drigo Ferraz, pesquisador do laboratório de metabolismo e nutrição da USP (Universidade de São Paulo), que treina pa­cientes com câncer.

Segundo ele, há evidências de que o exercício reduza significativamente a fadiga, muito comum em quem faz quimiote­rapia. "O paciente passa a ter uma vida mais funcional", diz. Outro efeito da químio que po­de ser minorado com o exercí­cio é a perda de massa óssea.

Ferraz diz que muitos pa­cientes têm receio de que o exercício piore sua condição. "Antigamente, acreditava-se que a atividade física pudesse debilitar o paciente de câncer e atrapalhar o tratamento. Hoje se sabe que é o contrário", diz.

O fisiologista Turíbio Leite de Barros, professor da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), acrescenta um benefí­cio: o de potencializar as célu­las do sistema de defesa. "Em linhas gerais, o câncer não é impedimento para nenhuma atividade física."

O médico deve ser consulta­do e o melhor é fazer os exercí­cios de forma supervisionada e respeitando os limites de cada paciente.

• Os exercícios e o câncer

1 - Que exercícios reduzem a mortalidade câncer de próstata?

Segundo o estudo, só os vigorosos, como tênis, natação e corrida. Exercícios mais leves reduzem a mortalidade geral, mas não a por câncer de próstata.

2 - Com qual frequência eles devem ser praticados?

O estudo mostrou benefícios quando se praticam cinco ou mais horas por semana.

3 - Que cudados devem ser tomados por quem tem câncer ao se exercitar?

- Evite fazer exercícios nos primeiros dias após a sessão de quimioterapia.
- Quando estiver em tratamento, faça a contagem do nível de hemoglobina para ver se está suficiente para permitir treinar.
- Respeite seus limites e comece aos poucos.
- Consulte seu médico e faca exercícios supervisionados por um profissional.

• Como prevenir?

- Praticar pelo menos 30 minutos diários de atividade física.
- Ter uma alimentação rica em fibras, frutas e vegetais.
- Reduzir a quantidade de gordura na alimentação, principalmente a de origem animal.
- Manter o peso na medida certa.
- Diminuir o consumo de álcool.
- Não fumar.

• Tratamento

- Para doença localizada: Indica-se cirurgia radioterapia e até mesmo uma observação vigilante.
- Localmente avançada: Indica-se radioterapia ou cirurgia em combinação com tratamento hormonal.
- Para doença com mestástases: O tratamento é hormonioterapia.

• Café pode evitar câncer invasivo

Segundo outro estudo de Harvard, apresentado no mesmo evento e feito com 50 mil homens, os que tomam mais café têm 60% menos risco de ter câncer de próstata invasivo.

© Copyright 2020 - Todos os direitos reservados à Methodus