Faça menos, pense mais


Excesso de trabalho não é igual a melhora de resultados.

Revista Época Negócios

Você sabe o que quer dizer vergaderziekte? É a expressão criada na Holanda para designar a "doença de reuniões", aquele processo devorador de tempo e paciência e improdutivo. A causa da vergaderziekte pode ser atribuida a um "vírus" que afeta a cultura corporativa global: o do "faça sempre mais". Para a revista The Economist, porém, esse é justamente o maior problema dos negócios hoje: um excesso de interrupções, tarefas apenas formais ou reuniões improdutivas. A cultura do "faça mais" gerou uma epidemia de excesso de trabalho. Nos EUA, trabalham-se 8,5 horas semanais a mais do que em 1979, um terço dos trabalhadores dorme menos de 6 horas por noite e 80% deles continuam a trabalhar após deixar o escritório. Numa provocação ao livro Lean In (algo como "entre no jogo"), uma convocação às mulheres da executiva do Facebook Sheryl Sandberg, The Economist sugere: relaxe (Iean back) em vez de fazer acontecer. ( exemplo é de alguém bem produtivo: Jack Welch, ex-líder da GE, dedicava uma hora diária a olhar pela janela, matutando mais sobre estratégias do que operações.

 

© Copyright 2020 - Todos os direitos reservados à Methodus