Início da vida é esquecido durante a infância


Revista Scientific American

A maior parte das pessoas não se lembra de episódios ocorridos nos três ou quatro primeiros anos de vida, quando a memória se perde em um caleidoscópio de luzes e imagens confusas. É a chamada amnésia infantil, que impede que os adultos se recordem dessa fase. Ago­ra, um estudo publicado na revista Child Development mostra que o processo de esquecimento começa quan­do ainda somos crianças.

Coordenado pela psicóloga Carole Peterson, da Uni­versidade Memorial de Terranova, no Canadá, o estudo analisou as relações entre o desenvolvimento fisiológico e psicológico e demonstrou que aquilo que crianças em idade pré-escolar acreditam ter vivido é muitas ve­zes fruto da fantasia. Os pesquisadores canaden­ses pediram a 140 pequenos voluntários com idade entre 4 e 13 anos que descrevessem suas primeiras lembranças. Posteriormente, os relatos eram confirmados (ou não) pelos pais. Dois anos depois o experimento foi repetido com os mesmos participantes. Como esperado, os resultados mostraram que na primeira fase do estudo as narrativas eram mais inconsistentes e contraditórias. Segundo Carole, isso revela uma memória mais fraca e vulnerável nos primeiros anos. Quando mais velhas, no entanto, as crianças deram respostas compatíveis com a realidade, o que pode ser visto como um sinal de que a fixação de lembranças começa a ocorrer por volta dos 4
anos, marcando o início da infância psicológica. 

© Copyright 2020 - Todos os direitos reservados à Methodus