Médicos britânicos lançam campanha contra “junk food”


Jornal Folha de São Paulo

Cirurgiões, psiquia­tras, pediatras e médicos de todas as especialidades do Rei­no Unido lançaram ontem uma campanha contra a obesidade e concetraram suas críticas às empresas de "junk food" - co­midas-lixo, em livre tradução, que têm baixo valor nutricio­nal e são ricas em açúcares e em gorduras.

A Real Academia das Facul­dades de Medicina do Reino Unido, que representa cerca de 200 mil dos profissionais do país, pediu a proibição de marcas como McDonald"s e Coca­ Cola patrocinando eventos es­portivos como os Jogos Olímpi­cos e que famosos façam pro­pagandas de comida que não são saudáveis para as crianças.

O organismo que represen­ta os médicos considera neces­sário impor medidas "contun­dentes e duras" para acabar com a publicidade irrespon­sável. Para eles, os fabrican­tes de alimentos deveriam ser obrigados a publicar claramen­te os dados sobre calorias, açú­car, sal e gordura.

© Copyright 2020 - Todos os direitos reservados à Methodus