Ômega-3 pode reduzir o risco de psicose


Revista Scientific American

A esquizofrenia afeta aproximada­mente 1% da população. O distúr­bio, em geral, surge pela primeira vez na adolescência, deflagrando sintomas como mania de perseguição e isola­mento social. Um estudo realizado por um grupo de psiquiatras coordenados por Paul Amminger, da Universidade de Viena, indica que ácidos graxos poli­insaturados na alimentação podem re­duzir o risco da patologia. Os cientistas avaliaram 81 pessoas entre 13 e 25 anos que apresentavam leves sintomas psicó­ticos ou tinham predisposição familiar. Durante 12 semanas, 41 participantes tomaram diariamente 1,2 grama de óleo de peixe, substância que contém grande porcentagem de ômega-3. Os demais receberam placebo. No ano seguinte, entre os participantes do grupo-controle 11 desenvolveram psicose completa e do outro, apenas 2 apresentaram a do­ença. Entre os que foram tratados com óleo de peixe, vários relataram sensível melhora nos sintomas. Os pesquisa­dores atribuem o efeito protetor dos ácidos graxos a alterações nas mem­branas das células neurais. Cápsulas de óleo de peixe não têm efeitos colaterais como os antipsicóticos, que frequentemente causam aumento de peso ou perda da libido, um problema principalmente para pacientes jovens.

© Copyright 2020 - Todos os direitos reservados à Methodus